Persistência: um dos principais fatores ignorados pelas pessoas quando tentam concretizar seus sonhos e metas

Evolução
remove_red_eye 68
date_range 17/07/2019
chat_bubble 0

Ser persistente em relação a algo que começamos há muitos anos é essencial para atingir o resultado. Sei que alguns leitores devem estar dizendo a si mesmos: ”Eu sei disso!” Então, por que atualmente existem tantas pessoas que percebem agora que precisam retomar o rumo certo?

Não alego, em momento algum, que estou lhes ensinando algo novo. Como dizem, é impossível reinventar a roda, mas só estou tentando fazer com que ela gire melhor ao explicar os fatos de modo a conferir-lhes maior senso prático.



Você se lembra de quando falei sobre compreender o que se quer da vida e fixar metas? Bem, se você sente que se desviou de seu caminho, que sonhos e objetivos deixou escapar? O que teria sido capaz de realizar se tivesse sido persistente e atravessado os períodos difíceis?

Todos nós, em algum momento da vida, mudamos de ideia, e até mesmo de rumo, para seguir um caminho diferente e menos desafiador, um caminho mais fácil de ser percorrido. Falhamos por não termos sido persistentes em relação a nossos planos e metas originais.



Não há nada de errado com isso se tudo o que queremos é simplesmente viver com o mínimo de esforço, mas, se você é como eu, certamente quer concretizar os sonhos que vem alimentando há muito tempo e abrir-se a um novo capítulo de sua vida.

É fácil ser persistente e manter o rumo quando tudo vai bem e caminha na direção adequada: você fica nas nuvens. Você sabe, aquelas épocas em que tudo dá certo, não importa o que faça e parece que não pode acontecer nada de ruim. Não há nada de errado com isso, na verdade é disso que todos precisamos.

Nessas épocas, acreditamos ser invencíveis. Então, a realidade mostra sua face e os problemas começam a surgir; o pânico se instala, começamos a reagir de modo exagerado nos desviamos completamente do caminho que percorríamos. Esse momento pensamos em desistir, pois achamos que é a melhor atitude a tomar. É nas horas difíceis, nos períodos em que nada dá certo, que aprendemos mais sobre nós mesmos. E nossa persistência e nosso comprometimento nesses momentos de dificuldade que nos levarão à concretização de nossas metas.

Se pudermos enxergar além dos problemas que surgem a nossa frente e superar as barreiras, abriremos um mundo de novos e excitantes desafios que nos conduzirão para onde queremos ir e, talvez, até mais longe. Acredito que são os momentos difíceis, os momentos que exigem muito trabalho e esforço que nos preparam para a vida. Se você desistir muito depressa e não persistir, irá incutir em si mesmo uma mentalidade derrotista que vai moldar suas ações e reações futuras de modo negativo. Vou mostrar um exemplo com que muitos irão se identificar.

Depois de crescer em um lar amoroso, observar meus pais amando um ao outro e exibindo um casamento “perfeito”, sempre imaginei que todos os casamentos (especialmente o meu) fosse assim. Gente, que surpresa! Essa coisa que chamam de casamento exige trabalho constante.

Todos deveríamos receber um manual que informasse nossos companheiros quais são nossos pontos fortes e, principalmente, os pontos fracos. Quando surgem problemas ou dificuldades, eles precisam ser solucionados pelo casal, caso contrário, problemas ainda maiores surgirão. A maneira mais fácil de lidar com esses problemas é simplesmente parar, afastar-se e evitar todo o drama. É fato que ser persistente e tentar solucionar os problemas constrói um relacionamento e um casamento mais sólidos.



Posts relacionados
Abrindo e Fechando a Janela da Tolerância
Abrindo e Fechando a Janela da Tolerância Quando as nossas janelas da tolerância estão abertas, passamos por
Como compreender e identificar seus padrões pessoais, estruturais e interpessoais
Como compreender e identificar seus padrões pessoais, estruturais e interpessoais Quanto a você? Se você quer recarregar o seu grupo, seja ela