Veja o que aconteceu com juiz que barrou lavrador usando chinelo


Juiz que barrou audiência porque lavrador usava chinelo terá de pagar R$ 12 mil…

Magistrado alegou atitude como ‘atentado contra dignidade do Judiciário’.

Em 2007, o magistrado interrompeu uma audiência porque o agricultor estava de chinelos. Na ocasião, alegou que o calçado “atentaria contra a dignidade do Judiciário”.

O juiz do trabalho Bento Luiz de Azambuja Moreira foi condenado a pagar cerca de R$ 12 mil à União – valor é referente à indenização paga ao agricultor Joanir Pereira, de Cascavel, no oeste do Paraná, em uma ação por danos morais.

Curta e compartilhe para continuar lendo

Faça Parte, Acompanhe:

Participe! Deixe seu Comentário, Curta e Compartilhe